quarta-feira, 22 de julho de 2015

Bolo de banana e framboesa

A saga dos bolos "saudáveis" continua cá por casa. Pelo menos vou tentando usar menos gorduras e menos açúcares refinados… O colesterol continua a ser uma preocupação minha. Diria que daqui em diante, para sempre.

E quando se têm duas bananas demasiado maduras o ingredientes principal do bolo da semana acaba por estar escolhido.

Das milhentas receitas que vi, nenhuma em especial me seduziu… E por isso a receita que trago hoje acaba por ser uma casamento feliz entre ingredientes de um bolo da Mafalda Pinto Leite e de um bolo do Henrique Sá Pessoa, misturados e concretizados pela cabeça da autora deste blog – EU.

A verdade é que a fruta que lhe juntei acabou com fazer deste um bolo bastante húmido, sem necessidades exageradas de gordura.Para quem, com eu, não é verdadeiro apreciador de banana, posso afiançar que este não é um bolo demasiado intenso.

Vai uma fatia acompanhada de uma chávena de chá?

_______________________________

Bolo de banana e framboesas


Ingredientes:

- 100 gr de farinha de espelta

- 50 gr de farinha para bolos

- 50 gr de açúcar de coco (pode usar açúcar refinado ou amarelo)

- 1 colher de chá de fermento

- 1 colher de chá de canela

- sementes de 4 cardamomos

- 2 colheres de sopa de óleo de coco (pode usar óleo comum ou azeite)

- 50 gr de leite

- 2 ovos

- 80 gr de cenoura ralada

- 120 gr de maçã ralada

- 300 gr de banana esmagada

- 80 gr de framboesas


Preparação:

Pré-aqueça o forno a 180º.

Misture numa tigela os ingredientes sólidos: farinhas, açúcar, fermento, canela e sementes.

Misture noutra tigela os ingredientes líquidos: óleo, leite e ovos. Assim que estejam bem misturados, junte a cenoura, a maçã e a banana. Envolva bem.

Junte os ingredientes secos e misture.

Unte uma forma de bolo inglês e forre com papel vegetal.

Coloque metade do preparado. Espalhe metade das framboesas por cima. Coloque o resto da massa do bolo e leve ao forno por 50 minutos ou até que o bolo esteja cozido.

____________________________

 

 

 

 

sexta-feira, 17 de julho de 2015

A pizza preferida

Como tive oportunidade de dizer AQUI, para tentar ultrapassar a questão de ter cada vez menos tempo de comentar os blogs que sigo periodicamente, mas ao mesmo tempo dar o devido mérito a cada um deles, resolvi começar a fazer as receitas que há muito recolho e ficam para mais tarde experimentar. São aquelas receitas que me deixam a salivar, por uma razão ou por outra. E esta foi a forma que encontrei de partilhar estas delícias convosco e ao mesmo tempo destacar/elogiar o trabalho de quem as criou e publicou.

A receita que trago hoje vem de um blog ao qual me rendi totalmente - mesa corrida!. Sabem quando encontramos alguém que faz o tipo de comida de que gostamos? Foi essa a sensação que tive quando visitei este blog pela primeira vez. Se a autora deste blog tivesse um restaurante, acho que diariamente estaria sentada à sua mesa para almoçar. Um verdadeiro rombo no orçamento!

Pois bem, de todas as receitas que imprimi para mais tarde experimentar, esta que vos trago hoje foi aquela que tive de fazer no próprio dia. Porque só de olhar para ela sabia que ia ser boa. Porque só de olhar para ela, sabia exatamente a que sabia. E as expetativas não foram goradas. E só posso aplaudir de pé a autora (da mesma forma que fui aplaudida quando o meu marido a provou) porque de repente se tornou a pizza preferida da gente cá de casa. Já repetida 3 vezes até conseguirmos tirar estas humildes fotografias. OBRIGADO!

Claro está que cozinhar é como contar uma história (quem conta um conto acrescenta um ponto). Eu adaptei um pouco a receita, mas a sua essência está totalmente lá.

________________________

Pizza de queijo azul e pêra

[serve 4 pessoas]


Ingredientes:


Para a massa (receita do Paul Hollywood):

- 250 gr de farinha 00 ou T65

- ½ saqueta de fermento seco (fermipan)

- 5 gr de sal

- 2 colheres de sopa de azeite

- 150 ml de água


Para a cobertura:

- queijo mozarela qb

- 1 pêra grande

- nozes qb

- tiras pequenas de bacon qb

- mel qb

- queijo azul qb (usei roquefort)


Preparação:

Amasse bem os ingredientes da massa de pizza até obter uma massa elástica. Coloque num recipiente untado com azeite e deixe descansar pelo menos 1 hora até dobrar de volume.

Findo o tempo, pré-aqueça o forno a 250º.

Divida a massa em 4 bolas e tenda 4 discos de pizza numa superfície enfarinhada. Coloque em tabuleiros forrados com papel vegetal. Reserve.

Numa frigideira antiaderente alouro as tiras de bacon ligeiramente e reserve.

Cubra as bases de pizza com um pouco de queijo mozarela ralada. Distribua pedacinhos de bacon a gosto. Espalhe miolo de noz grosseiramente partido e pedaços de queijo azul. Fatie a pêra fininha (usei com casca) e espalhe por cima. Finalize com um pouco de mozarela e um fio de mel por cima.

Leve ao forno cada uma das pizzas até estarem douradas. No meu caso demorou cerca de 7 minutos porque deixei as bases bem fininhas e não as queria muito queimadas.


Nota: Este é do tipo de massas de pizza de ficam com buraquinhos crocantes na massa. Mas só despontam em temperaturas de forno de 250º ou mais.

_________________________

terça-feira, 14 de julho de 2015

Meloa, hummmm

Quando planeamos férias, especialmente quando planeamos passá-las em casa própria, sem grandes programas feitos (porque de rotinas fixas bem basta quando estamos a trabalhar) achamos que os dias dão para tudo. Programei fazer gelados, aquelas receitas que nunca tenho tempo para fazer (como os gnochis), escrever receitas, visitar os blogs e sites que me inspiram, pôr a leitura em dia, enfim…. Acho que sou uma sonhadora e esqueço-me que tenho uma criatura com 4 anos cheia de vida e sedenta por estar com os pais… Não fiz metade do que queria, mas pelo menos o sono ficou em dia e consegui ler um livro inteirinho! Yes!

Bom, num dos passeios que fizemos durante as férias compramos meloas a uma senhora que as vendia de porta em porta como é ainda habitual nos locais mais ermos do nosso Alentejo. Entre os largos quilos que compramos, vieram umas meloas siamesas. É claro que as coitadas foram alvo de inúmeras fotografias e graçolas do Mário pela sua semelhança a um belo par de mamocas.

Graçolas à parte a verdade é que as meloas eram mesmo divinais e perfumadas e não gostando enquanto fruto, adoro em doce, em gelados, em mousse, em batidos, enfim… Adoro! E por isso uma parte acabou por resultar neste fantástico e exótico gelado de meloa. Ficou muito além do esperado e as expetativas eram já bastante elevadas. Espero que experimentem, mesmo aqueles que não simpatizam com o fruto como eu, porque sem duvida que este gelado é uma tentação… Nham!

_______________________

Gelado de Meloa


Ingredientes:

- 400 gr de polpa de meloa

- 550 gr de açúcar

- 280 gr de leite de coco

- 1 pacote de natas para bater


Preparação:

Coloque a polpa de meloa cortada em pedaços no copo da Bimby. Adicione o açúcar e programe 6 minutos, 90º, velocidade 2.

Findo o tempo processe 20 segundos, velocidade 6 e reserve até arrefecer por completo.

Bata um pacote de natas até ficarem firmes.

Junte o leite de coco à polpa arrefecida e adicione as natas bem lentamente até obter um creme bem ligado.

Coloque num recipiente e leve ao congelador por 1 a 2 horas. Findo o tempo, coloque na máquina de fazer gelados e proceda de acordo com as instruções do fabricante.

Só voltei a levar ao congelador quando o gelado estava pronto. O objetivo de utilizar a máquina de gelados é quebrar os cristais de gelo que se formam durante a congelação o que torna o gelado simultaneamente mais cremoso. Caso não tenha este aparelho não precisa de o comprar, pode ir mexendo o gelado com um garfo de 15 em 15 minutos até que esteja sólido.


Alternativa de preparação:

Coloque a polpa de meloa cortada em pedaços e o açúcar num tacho e deixe cozinhar em lume brando por 6 minutos.

Findo o tempo desfaça com a varinha mágica ou robot de cozinha e reserve até arrefecer por completo.

Bata um pacote de natas até ficarem firmes.

Junte o leite de coco à polpa arrefecida e adicione as natas bem lentamente até obter um creme bem ligado.

Coloque num recipiente e leve ao congelador por 1 a 2 horas. Findo o tempo, coloque na máquina de fazer gelados e proceda de acordo com as instruções do fabricante.

Só voltei a levar ao congelador quando o gelado estava pronto. O objetivo de utilizar a máquina de gelados é quebrar os cristais de gelo que se formam durante a congelação o que torna o gelado simultaneamente mais cremoso. Caso não tenha este aparelho não precisa de o comprar, pode ir mexendo o gelado com um garfo de 15 em 15 minutos até que esteja sólido.

______________________

 

 

 

 

quarta-feira, 1 de julho de 2015

A minha sandes preferida

Quase um mês depois, cá estou eu para mais uma publicação e mais uma vez para aceitar o desafio do Grupo Dia um... Na cozinha! O tema deste mês são as sandes e não podia faltar.

Primeiro porque adoro pão.

Segundo porque adoro pão.

Terceiro porque adoro petiscar e não me ocorre nada melhor do que pão, que por sinal adoro!

Para mim as melhores sandes são as mais simples e a que trago hoje é provavelmente a melhor sandes que já comi... E tem apenas e só três ingredientes - queijo da ilha, tomate e oregãos.

Apesar de parecer extremamente inocente e pouca adequada a um blog de culinária, ou sequer digna de fotos, posso assegurar-vos que é uma delicia... Não fossem as coisas mais simples da vida as melhores e as que nos dão mais prazer...

Para torná-la ainda mais deliciosa e porque para mim a comida tem de ser quente (inclusive a sala russa) passei-a pela tosteira... Conseguem imaginar o sabor do queijo da ilha meio derretido com tomate e oregãos? De que estão à espera para experimentar?

___________________________

Sandes de queijo da ilha com tomate


Ingredientes:

- pão da sua preferência

- queijo da ilha de São Jorge (9 meses de cura)

- tomate maduro

- oregãos


Preparação:

Aqueça a tosteira. Abra o pão, distribua o queijo da ilha e cubra com rodelas de tomate. Polvilhe com oregãos e leve à tosteira. Não exagere no tempo, é apenas o suficiente para aquecer. Acredite que uma queimadura com tomate quente custa a sarar :-).

_____________________

 

sábado, 6 de junho de 2015

Waffles de aveia e Espelta

Adoro pequenos almoços diferentes. É sem dúvida a minha refeição preferida. Aos fins-de-semana, com um pouco mais de tempo, dou-me a pequenos luxos, mas sempre tendo o cuidado de não abusar das farinhas refinadas, dos açúcares e das gorduras…

Esta receita resultou lindamente e é a prova de que não são necessários grandes sacrifícios para conseguirmos ter uma alimentação mais equilibrada.

Acima de tudo a pequena experimentou e aprovou o que não deixou de ser surpreendente! E o marido nem percebeu que não eram feitas da forma tradicional.

____________________________

Waffles deliciosos

[faz 6 waffles]


Ingredientes:

- 70 gr de flocos de aveia

- 50 gr de farinha de espelta

- 3 ovos M (150 gr)

- 1 iogurte magro

- raspa de ½ limão

- 1 colher de chá de óleo de coco (pode usar manteiga, outro óleo ou azeite)

- 1 colher de chá de fermento para bolos

- 40 gr de açúcar amarelo

- 2 colheres de chá de sementes de papoila


Preparação:

Coloque os flocos de aveia no copo da Bimby e processe 15 segundos, velocidade 7. Junte os restantes ingredientes e misture 10 segundos, velocidade 3.

Aqueça a máquina de Waffles e deite colheradas de massa. Delicie-se com mel ou doce/compota.


Alternativa de Preparação:

Reduza os flocos de aveia a farinha com o auxilio de um robot de cozinha. Junte os restantes ingredientes e misture bem até obter uma massa homogénea.

Aqueça a máquina de Waffles e deite colheradas de massa. Delicie-se com mel ou doce/compota.

__________________________

 

domingo, 17 de maio de 2015

Nutella

Adoro chocolate. Chocolate com nozes, com passas, com amêndoas, com bolacha, em bolos, em tartes, em gelado, em bebidas, enfim! Uma tentação.

A única forma em que gosto menos do chocolate é na sua versão mais saudável – chocolate negro… Pois está claro. Gulosa!

Quando provei pela primeira vez Nutella confesso que me arrependi. Chocolate e avelãs é de todas as combinações a que mais me agrada e quem sabe se nunca tivesse provado Nutella não teria jamais sentido necessidade de a ter SEMPRE em casa. Os frascos maiores desaparecem num instante e mesmo a pequena, que diz não gostar de chocolate, não resiste a uma boa colherada que vai lambendo aos poucos, saboreando até ao fim.

Para além do facto de não fazer grande bem à saúde, também não faz grande bem à carteira comprar um frasco todas as semanas. Por isso decidi experimentar fazer. Depois de duas tentativas falhadas, acho que esta versão foi a que mais se pareceu com o produto comprado, mas sem corantes nem conservantes. Claro que continua a não fazer bem à saúde, se comida em excesso, mas ou se faz ou não se faz e fazer algo saudável que não me faça lembrar a Nutella é meio caminho andado para não lhe tocar e sair a correr para comprar uma embalagem nova. Assim, prefiro tentar comer menos mas estar a comer algo que me sacie.

Espero que gostem.

____________________________

Nutella

[faz 3 frascos pequenos]


Ingredientes:

- 1 embalagem de leite condensado (usei light)

- 30 gr de avelãs sem pele

- 120 gr de chocolate negro (70% cacau)

- 150 gr de chocolate de leite

- 80 gr de leite


Preparação:

Coloque as avelãs no copo da Bimby e triture 20 segundos, velocidade 9. Junte os chocolates e triture mais 15 segundos, velocidade 9. Junte a lata de leite condensado e o leite e programe 4 minutos, 60º, velocidade 2. Findo o tempo programe 1 minuto velocidade 7 e verta em frascos esterilizados. Delicie-se!

_____________________________

 

 

 

 

 

 

domingo, 10 de maio de 2015

Sementes de chia

Depois de passear por alguns blogs australianos, com propostas irrecusáveis com sementes de chia, quis eu própria fazer a minha versão.

As sementes de chia têm a particularidade de inchar e serem gelatinosas e a verdade é que fiquei muito curiosa em aplicá-las numa sobremesa. Fazem tão bem à nossa saúde que incluí-las numa sobremesa quase nos faz pensar que podemos comê-la sem pecado...

O chocolate e o maracujá foram os ingredientes escolhidos e o resultado final é mesmo delicioso. Não hesitem em experimentar.

________________________

Mousse de chia com cacau e maracujá

[faz 4]


Ingredientes:

- 280 gr de leite de coco

- 2 colheres de sopa de cacau magro

- 2 colheres de sopa de açúcar de coco (ou amarelo, ou mel)

- 35 gr de sementes de chia

- 4 maracujás

- 1 colher de chá de mel de rosmaninho

- raspas de chocolate


Preparação:

Coloque no copo da bimby o leite de coco, o cacau e o açúcar e programe 15 segundos, velocidade 4. Junte as sementes de chia e dê 2 toque de turbo.

Distribua por 4 taças de sobremesa. Leve ao frio para prender.

No copo limpo coloque a polpa de 4 maracujás e a colher de mel e programe 4 minutos, 70º, velocidade colher inversa.

Findo o tempo deixe arrefecer.

Depois de frio e a polpa de maracujá fria, distribua por cima da mousse e finalize com raspas de chocolate.


Alternativa de preparação:

Misture bem o leite de coco, o cacau e o açúcar. Junte as sementes de chia que previamente moeu grosseiramente num almofariz.

Distribua por 4 taças de sobremesa. Leve ao frio para prender.

Misture a polpa de 4 maracujás com a colher de mel e leve ao lume até obter uma polpa açucarada e uniforme. Deixe arrefecer.

Depois de frio e a polpa de maracujá fria, distribua por cima da mousse e finalize com raspas de chocolate.

_______________________