sábado, 1 de Novembro de 2014

Framboesas

Quando faço compotas/doces utilizo quase sempre o método tradicional, isto é, o fogão. Manias…

No entanto, quando a quantidade de fruta é pequena, opto muitas vezes por fazer na Bimby. É daquelas ferramentas que nos dá liberdade para inúmeras coisas e temos a certeza que se nos descuidarmos no tempo, o doce não passa o ponto. Se resulta uma vez, resulta sempre, da mesma forma. Esta consistência agrada-me e por isso o destino de uma mão cheia de framboesas foi mesmo um doce excecional que fiz na Bimby.

Este está destinado a rechear uma torta… hummm que cheirinho vai nesta cozinha…

E é com este doce que participo em mais uma edição do Dia um... na Cozinha!

_______________________

Doce de framboesa


Ingredientes:

- 600 gr de framboesas

- 600 gr de açúcar

- sumo de 1 limão (30 gr)


Preparação:

Coloque as framboesas no copo da Bimby com o sumo de limão e programe 5 minutos, varoma, velocidade colher inversa.

Findo o tempo, adicione o açúcar e programe 30 minutos, 100º, velocidade colher inversa. Caso não tenha ainda a consistência que gosta, programe mais 5 minutos, varoma, velocidade 1 com o cesto por cima da tampa para evitar salpicos. Para verificar o ponto, deite uma colher de chá de doce num pires e deixe arrefecer. Passe o dedo no meio e verifique se fica uma estrada, isto é, se o doce não volta a juntar. Não se esqueça que o doce depois de frio também fica um pouco mais sólido. Tenha esse pormenor em atenção para que não fique com o doce demasiado duro.

Findo o tempo distribua por frascos esterilizados. Coloque os frascos com a tampa para baixo até arrefecerem.


Alternativa de preparação:

Coloque todos os ingredientes num tacho e leve a lume brando até obter o ponto desejado.

Para verificar o ponto, deite uma colher de chá de doce num pires e deixe arrefecer. Passe o dedo no meio e verifique se fica uma estrada, isto é, se o doce não volta a juntar. Não se esqueça que o doce depois de frio também fica um pouco mais sólido. Tenha esse pormenor em atenção para que não fique com o doce demasiado duro.

Findo o tempo distribua por frascos esterilizados. Coloque os frascos com a tampa para baixo até arrefecerem.

_____________________

 

domingo, 26 de Outubro de 2014

Experiências com Quinoa

Descobri a quinoa com a Isabel Zibaia do blog Cinco Quartos de Laranja. Num Showcook realizado na Alimentaria a Isabel cozinhou uma receita que consta do 1ª livro que me deixou de queixo caído e desde então não mais parei de fazer saladas e saladinhas com este super cereal cheio de propriedades boas que nos fazem bem. Às vezes perguntam-me "a que sabe?". Costumo responder que sabe ao que lhe adicionarmos, aos temperos que utilizarmos, porque na verdade é como a alface, uma base neutra que toma vida quando adicionada com outros ingredientes. Para mim tem ainda a vantagem de ser mais crocante que a alface e menos insípida, mas confesso não ser muito apreciadora de alface…

Muitas têm sido as experiências aqui por estas bandas. Esta foi uma das últimas que fiz onde resolvi combinar alguns dos produtos base da alimentação mediterrânica. Gostamos muito. E como o verão ainda está aí, é excelente para preparar de um dia para o outro e fazer um piquenique. Para quem já está, como eu, a trabalhar, uma excelente opção para levar na marmita. Não se esqueçam de temperar apenas no momento de servir para não "cozer".

_____________________

Salada de quinoa mediterrânica

[serve 2 pessoas]


Ingredientes:

- 100 gr de quinoa (pode usar vermelha)

- uma mão cheia de espinafres

- 2 dentes de alho

- 4 tomates secos ao sol de conserva

- uma mão cheia de azeitonas sem caroço

- metade de um queijo feta

- uma mão cheia de passas

- orégãos frescos qb

- sal, azeite e vinagre de vinho qb


Preparação:

Coloque a quinoa a cozer em água com um pouco de sal até que a auréola branda se separe do grão (tem o mesmo tempo de cozedura, mais ou menos, que o arroz carolino – 20 minutos). Desligue, escorra a água em excesso e deixe arrefecer.

Salteie os espinafres com os dentes de alho picados miudinhos e um fio de azeite. Reserve, desfie e deixe arrefecer.

Corte o tomate em pedaços pequenos. Reserve.

Numa saladeira disponha a quinoa cozida, o queijo esfarelado, as azeitonas, os espinafres salteados, o tomate seco e as passas. Junte algumas folhas de orégãos frescos. À parte faça uma marinada com 2 colheres de sopa de vinagre de vinho e 3 colheres de sopa de azeite virgem. Adicione um pouco de sal. No momento de servir, tempere a salada com esta vinagrete.

_______________________

 

 

 

 

 

domingo, 19 de Outubro de 2014

Uma tarte de fruta

Já aqui referi o quanto privilegio sobremesas com fruta, especialmente no Verão. Uma apanha de amoras silvestres, num passeio nas redondezas de milfontes, acabou por me dar o mote desta tarte.

Ainda que o nome pareça pomposo, na verdade é uma tarte totalmente despretensiosa e rústica. Com muito pouca ciência ou dificuldade, mas com muito sabor. Ainda que a base tenha sotaque francês, os sabores são totalmente portugueses e bem caseiros e simples.

Não espere uma tarte particularmente doce. Na verdade, tentei que o sabor a fruta fosse mesmo o destaque, em complemento a uma base de tarte estaladiça e deliciosa.

Usei amêndoa ralada com o objetivo de secar um pouco o líquido que a fruta deita ao cozer. Se preferir pode usar farinha, pão ralado ou bolacha ralada.

Claro está que usei as frutas que aqui tinha, mas a imaginação é o limite e esta época do ano é rica em frutas deliciosas - nectarinas, pêssegos, cerejas, morangos, figos, hummmm

______________________

Galette de pêra e amoras


Ingredientes:


Para a massa:

- 200 gr de farinha

- 150 gr de manteiga sem sal bem fria

- 30 ml de água bem gelada

- 2 colheres de sopa de açúcar

- 1 colher de chá de canela

- 1/2 colher de chá de sal


Para o recheio:

- 300 gr de pêras

- 100 gr de amoras silvestres

- 30 gr de amêndoas laminadas

- sumo de limão qb

- açúcar qb

- 1 gema de ovo (opcional)


Preparação:

Comece pela massa. Coloque na Bimby a farinha, o açúcar, o sal e a canela. Pressione duas vezes no turbo, apenas para misturar os ingredientes. Junte a manteiga cortada em cubos e programe 10 segundos velocidade 5. Junte a água bem fria e programe mais 10 segundos velocidade 5.

Coloque a massa sobre uma folha de papel vegetal. Una, sem amassar demasiado, porque nesta fase a massa parecem migalhas. Coloque uma folha de papel vegetal por cima e estenda com o rolo da massa até obter uma espessura de mais ou menos 5 mm. O objetivo não é obter um aspecto redondo perfeito, mas antes algo rústico, por isso, não se preocupe em demasia se ficar meio oval ou recortado.

Coloque a massa no frigorifico por 15 minutos.

Pré-aqueça o forno a 180º.

Lave bem as pêras, elimine o caroço e as pontas, corte em 8 partes e regue com sumo de limão (se preferir descasque as pêras). Polvilhe com açúcar a gosto (usei 1 colher de sopa) e metade da amêndoa ralada. Misture bem.

Tire o disco de massa do frigorifico e retire o papel vegetal de cima. Coloque a massa, com o papel vegetal para baixo, num tabuleiro. Distribua a pêra no centro da massa, em forma de flor. Coloque por cima as amoras e dobre as pontas da massa para dentro sem grande ciência ou disciplina. O objetivo não é tapar por completo.

Polvilhe com a restante amêndoa laminada.

Pincele a massa com a gema de ovo e polvilhe os rebordos com açúcar (usei cerca de 2 colheres de sopa).

Leve ao forno por 35 minutos ou até que a massa esteja cozida e com os bordos dourados.


Nota: caso não tenha Bimby não se preocupe. O objetivo ao fazer a massa é amassá-lá o menos possível. Assim, ou usa um outro robot de cozinha e vai pressionando de forma intermitente o pulse para que a massa ligue, ou, se usar as mãos, tente que estejam o mais frias possíveis e misture a massa até obter pequenas migalhas.

______________________

Receita inspirada no blog As aventuras de uma Mamã.

______________________

 

segunda-feira, 13 de Outubro de 2014

Uma quiche ligeira

Sou muito gulosa por comidas ligeiras que possa petiscar. Adoro quiches e tartes salgadas e isso vê-se pelas muitas receitas que já tenho aqui pelo blog. Para além das muitas variantes que nem chego a publicar.

Esta que trago hoje é uma versão ligeira que testei e passou no teste. Pois se na verdade é uma comida que adoramos cá por casa, não é nada inocente quando começamos a contar calorias... Uma quiche normalmente é feita com uma mistura de ovos e natas, para além da base que leva sempre manteiga...

Desta vez a inovação foi mesmo o recheio que fiz com uma mistura de iogurte natural e leite evaporado e que não nos deixou saudades da mistura de ovos e natas. Na massa substituímos a farinha de trigo refinada por uma parte de farinha de trigo integral e a manteiga em abundância por uma menor quantidade e água.

E assim conseguimos baixar ligeiramente a contagem dos bichinhos que nos fazem encolher as roupas nos armários - as calorias! Ligeiramente porque adicionei um cadinho de bacon, só para dar sabor.

Como é óbvio encarem esta receita como uma tela em branco. Adicionem os ingredientes da vossa preferência. Mas não deixem de experimentar esta versão.

___________________

Quiche de cogumelos, bacon e curgete


Ingredientes:


Para a massa:

- 170 gr de farinha T65

- 60 gr de farinha integral

- 80 gr de Becel líquida

- 50 gr de água fria

- oregãos secos qb

- sal qb


Para o recheio:

- 2 ovos L

- 200 gr de leite evaporado

- 1 iogurte natural

- sal e pimenta a gosto

- queijo parmesão e mozzarela

- cogumelos

- bacon

- milho

- curgete

- 4 dentes de alho

- azeite


Preparação:

Pré-aqueça o forno a 180º.

Comece pela base. Coloque todos os ingredientes no copo da Bimby e programe 15 segundos, velocidade 6. A massa ficará com aspecto de migalhas. Ligue bem, sem amassar demasiado e estenda com o rolo da massa. Opcionalmente distribua pela tarteira com as costas de uma colher.

Pique com um garfo. Leve ao forno por 5 minutos.

Entretanto numa frigideira coloque os dentes de alho picados e um fio de azeite (não necessita de muita gordura porque o bacon vai libertar alguma). Junte pedacinhos de bacon em cubos (a gosto) e salteie ligeiramente.

Lave a curgete e corte em rodelas finas (se preferir retire a casca). Limpe os cogumelos com um pano molhado e fatie-os.

Junte os cogumelos e milho de conserva a gosto na frigideira e salteie ligeiramente. Deixe arrefecer.

Retire a massa do forno e depois do salteado de legumes estar frio coloque por cima. Distribua a curgete em rodelas.

Coloque os ovos, o leite evaporado e o iogurte no copo da Bimby. Adicione um pouco de sal e pimenta e processe 15 segundos, velocidade 5. Distribua por cima dos legumes e polvilhe com uma mistura de queijo mozzarela e parmesão a gosto.

Leve ao forno por 15 minutos ou até a tarte estar bem dourada.


Nota: se não tiver Bimby, coloque os ingredientes secos da base numa bancada, faça um buraco no centro e coloque os ingredientes líquidos. Ligue e amasse, mas não em demasia e proceda como explicado acima para distribuir pela tarteira. Quanto ao recheio, pode simplesmente colocar todos os ingredientes numa tigela e bater com um garfo, uma vara de arames ou mesmo uma batedeira. O objetivo é simplesmente ligar os ingredientes.

______________________

 

quarta-feira, 8 de Outubro de 2014

Saladinhas!

Adoro saladas simples, com sabores simples, servidas na varanda ao almoço de um quente dia de verão. Esta salada começou assim, depois de um mergulho da pipoca na piscina… Pediu-me para comer na varanda e eu concordei que era um dia excelente para o fazer. Uma delicia…

Apesar de o dia de hoje ser outonal, estas saladinhas continuam a apetecer por aqui. Especialmente se for simples como esta e fácil de levar na marmita. Digam lá se estas cores não alegram o dia?

_______________________

Salada de peru com papaia e raiz de aipo

[serve 2 pessoas]


Ingredientes:

- ¼ de raiz de aipo

- ½ papaia

- 2 bifes de peru cortados em tiras

- alface iceberg qb

- queijo feta qb

- azeitonas qb

- milho qb

- azeite, vinagre de vinho, hortelã, sal e alho em pó qb


Preparação:

Tempere as tiras de peru com um pouco de sal e alho em pó e salteie numa frigideira antiaderente com um fio de azeite. Reserve.

Numa saladeira disponha folhas de alface iceberg, um pouco de milho, azeitonas descaroçadas, papaia cortada em cubos, queijo feta a gosto esfarelado e as tiras de peru salteadas.

Rale a raiz de aipo e distribua por cima.

Faça uma vinagrete com azeite e vinagre de vinho, tempere com sal e folhas de hortelã raladas e regue a salada no momento de servir.

_______________________

 

domingo, 5 de Outubro de 2014

Tomate verde

Andava há que tempos para fazer este doce. Provei-o, a primeira vez, na Quinta do Chocalhinho de que já tive oportunidade de referir inúmeras vezes aqui no blog. Um turismo rural muito especial pois para mim tem o melhor pequeno almoço do mundo e arredores.

Numa das minhas estadias na Quinta serviram doce de tomate verde ao pequeno almoço. Na verdade, quando o provei, não fazia de todo ideia de que era feito o doce… Nem eu, nem o Mário que também adorou! Quando terminamos o pequeno almoço lá perguntamos de que era feito e ficamos estupefactos quando soubemos que era feito de tomate verde, aqueles tomates que acabam por cair antes mesmo de amadurarem. Na verdade, o doce era delicioso mas estava longe de imaginar que era feito com tomate. Sim, porque eu achava que não gostava de doce de tomate e o Mário tinha mesmo a certeza que odiava doce de tomate. Mas deste gostamos… Depois de perceber que a diferença tinha a ver com a maturidade do fruto, prometi a mim mesma experimentar fazer em casa esta maravilha que nos tinha arrancado tantos sorrisos.

E quando numa visita à praça de Benfica vi uns tomates maravilhosos, sabia que não iria perder a oportunidade de fazer este doce delicioso. E ainda bem que o fiz, tal qual me foi passado, porque é na verdade maravilhoso. Fiz alguns frascos com tomate mesmo verde e fiz uns outros com eles um pouco mais maduros. O sabor, a cor, é totalmente diferente (o mais maduro resultou num doce um pouco mais avermelhado como se pode ver nas fotos). Igualmente delicioso, mas incomparavelmente diferente do sabor de um doce de tomate vermelho, maduro. Desse não apreciamos. Se experimentarem contem, sim

______________________

Doce de tomate verde


Ingredientes:

- 3 kg de tomate verde

- 2,250 kg de açúcar

- sumo de 1 limão


Preparação:

Corte o tomate em meias luas finas e coloque num tacho. Cubra com o açúcar e o sumo de limão e deixe "marinar" por 8 horas.

Leve ao lume até obter o ponto desejado. Para verificar o ponto, deite uma colher de chá de doce num pires e deixe arrefecer. Passe o dedo no meio e verifique se fica uma estrada, isto é, se o doce não volta a juntar. Não se esqueça que o doce depois de frio também fica um pouco mais sólido. Tenha esse pormenor em atenção para que não fique com o doce demasiado duro.

Distribua o doce por frascos esterilizados e coloque-os com a tampa para baixo até arrefecerem.

_______________________

 

 

 

 

 

 

quarta-feira, 1 de Outubro de 2014

Resultado do sorteio!

E chegou o momento de vos contar quem ganhou o passatempo sobre o Regresso às Aulas!

Antes de vos dizer qual foi o número sorteado em random, agradeço-vos de coração por terem participado, porque sem participações, este tipo de desafios não tinham piada nenhuma. E a última coisa que esperava era receber 30 participações! Ultrapassou em muito as minhas expetativas.

Agradeço também à Metalurgica que me contactou para promover este passatempo e que oferece a forma fantástica em forma de livro que o/a vencedor(a) vai receber, para além do miminho que vou enviar da minha parte.

Sem mais demoras, seguem os números atribuídos a cada participação e o print screen do número saído em random.

Numero Link receita
1 http://docerecanto88.blogspot.pt/2014/09/bolo-de-ameixa-minha-moda.html
2 http://pratacasas.blogspot.pt/2014/09/barrinhas-de-chocolate-e-aveia-sem-forno.html
3 http://cozinhadaduxa.blogspot.pt/2014/09/donuts-de-abobora-no-regresso-as-aulas.html
4 Concha Semedo Esparguete com atum, salsichas e cogumelos
5 Luisa Alexandra Bolo de café e canela
6 http://iguariascaseiras.blogspot.pt/2014/09/queques-de-atum.html
7 http://acozinhadakinhas.blogspot.ch/2014/09/um-convite-para-o-regresso.html
8 http://www.obarriguinhascomebem.com/2014/09/mini-bolas-com-tomate-seco-regresso-as.html
9 http://pintoreismarta.wordpress.com/2014/08/29/barras-de-cereais-com-aveia-amendoas-e-cramberrys/
10 http://vidadedesempregada.blogs.sapo.pt/receitas-rapidas-omeleta-de-cebola-e-169035
11 http://cookingbooksblog.blogspot.pt/2014/09/biscoitos-de-quinoa-e-manteiga-de.html
12 http://www.partilhandosaboresereceitas.blogspot.pt/2014/09/bolo-de-alecrim-chocolate-e-pera.html
13 http://flordobrownie.blogspot.pt/2014/08/bolo-de-banana-e-chocolate-versao.html
14 http://entretachosesabores.blogspot.pt/2014/09/bolo-de-courgette-cenoura-e-maca.html
15 http://deliciascasa.blogspot.pt/2014/09/queques-de-lima-e-acucar-integral.html
16 http://docini.pt/blog/?p=2212#sthash.0kcaAOV9.dpbs
17 http://sweet-gula.blogspot.pt/2014/09/muffins-de-chocolate-e-amoras.html
18 http://delilicias.blogspot.pt/2014/09/mini-queques-de-amendoa-chocolate-e.html
19 http://arcoirisnacozinha.blogspot.pt/2014/09/limonada-cor-de-rosa-pink-limonade.html
20 Recanto com tempero Bolo de alfarroba
21 Recanto com tempero Brownie três chocolates
22 Recanto com tempero Pão com chouriço
23 Recanto com tempero Smoothie de banana
24 Recanto com tempero Wraps de paio e queijo
25 Recanto com tempero Salame de chocolate
26 http://donadeliciaatelierdesabores.blogspot.pt/2014/09/queques-de-banana-e-coco-para-varias.html
27 Daniela Marques Mousse de chocolate e canela
28 http://www.receitasparaafelicidade.com/2014/09/tarte-de-courgete-e-pinhoes.html
29 http://decozinhaemcozinha.blogspot.pt/2014/09/olindas-de-lima-e-coco.html
30 http://bastacheio.blogspot.pt/2014/09/comer-paezinhos-de-milho-mistos-com.html

E o número acabado de sortear é o número 12! Querida Paula, por favor envia-me uma mensagem privada para combinarmos a forma de entrega, sim?